quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

VER E OLHAR: EXISTE DIFERENÇA?

Tomando como base o texto de Márcia Tiburi¹ Aprender a Pensar é descobrir o olhar ², comecemos uma discussão, uma expressão de opinião sobre a possível diferença entre Ver e Olhar. Será que existe essa diferença?

Ao perguntar a alguém se existe alguma diferença entre Ver e Olhar, certamente ouviremos que não; que Ver e Olhar são sinônimos. E de fato são. Entretanto, mesmo sendo sinônimos, existe diferença entre a ação de Ver e de Olhar.

Vivemos na era da informação, onde tudo que acontece é noticiado com muita rapidez. A quantidade de informações que nos são passadas, e também a rapidez com que são passadas, acaba não sobrando tempo para assimilação e reflexão do que aconteceu/acontece.

Ouvimos muito, mas pouco escutamos; vemos muito, mas pouco olhamos. Quando paramos para olhar algo, devemos nos despir de todo e qualquer preconceito, conceito ou pré-conceito; devemos está abertos ao que iremos presenciar, pois é através do olhar que percebemos o imperceptível.
“É como a arte de um escultor sobre a pedra, que para fazer a forma, deve antes passar pelo trabalho do vazio e retirar todo o excesso para que a forma surja”. (BARBIER, 2002)

O olhar, segundo Márcia Tiburi, é mediado, lento, porque remete a uma reflexão, enquanto o ver é imediato, desatento.

Ver é um “olhar” frio, sem interesse, com propósito de apenas tomar conhecimento de que algo existe, mas sem necessariamente internalizar a sua existência.

Olhar, por sua vez, necessita atenção especial, um momento dedicado a aquela ação – é um compromisso, uma responsabilidade, uma contemplação-. O olhar é algo mais humano, mais caloroso, preocupado com o propósito de perceber, sentir o que acontece consigo e com o mundo a sua volta.

Pode-se dizer que o olhar é o “colocar-se no lugar do outro”, é o olhar o sensível, ponderado, interessado.

“Ver é reto, olhar é sinuoso. Ver é sintético, olhar é analítico. Ver é imediato, olhar é mediado. A imediaticidade do ver torna-o um evento objetivo. Vê-se um fantasma, mas não se olha um fantasma. Vemos televisão, enquanto olhamos uma paisagem, uma pintura” (TIBURI, 2005)

Podemos dizer ainda que entre o Ver e o Olhar existe uma relação de complementação; o Olhar complementa o Ver. Para olhar é preciso, antes, ver. O ver – aquilo que chamou atenção-, remete ao olhar – se realmente tem relevância. O olhar, pós ver, é a consideração do que foi visto. Quando algo chama atenção, passamos da simples e imediata ação do Ver, para ação do Olhar (perceber).


“É como se depois de ver fosse necessário olhar, para então, novamente ver. Há, assim, uma dinâmica, um movimento – podemos dizer- um ritmo em processo de olhar-ver. Ver e olhar se complementam, são dois movimentos do mesmo gesto que envolve sensibilidade e atenção.” (TIBURI, 2005)


O olhar, portanto, é perceber, é existir, é conviver; vai além da ação rela de enxergar; é a nossa condição de tolerância com o outro. O olhar perturba, angustia, instiga, prende a atenção, provoca reação e remete ao pensar.




¹ Marcia Tiburi é graduada em Filosofia e Artes e Mstre e Dutora em Flosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
² Artigo originalmente publicado pelo Jornal do Margs, edição 103 (setembro/outubro). Disponivel em: http://www.artenaescola.org.br/pesquise_artigos_texto.php?id_m=26

Lorena Bárbara Ribeiro

7 comentários:

  1. ... ver, é avistar algo ou alguma coisa de longe
    ... Olhar,é chegar perto para conferir melhor o que viu.

    Ex: -Você viu aquilo?
    -vi!
    -vamos lá olhar o que é.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, superinteressante! adorei!

    ResponderExcluir
  3. curso psicologia, estou fazendo um trabalho sobre a diferença entre o ver e o olhar, na disciplina Antropologia.Gostei desde artigo parabéns.

    ResponderExcluir
  4. xtou grato pela atensão dispensada

    ResponderExcluir
  5. curso de serviço social, ficou muito clara a explicação e de fácil compreensão.Adorei este artigo por se tratar de um tema muito importante para minha área.

    ResponderExcluir
  6. Olá, você poderia fornecer a referência bibliográfica de TIBURI (2005). Estou fazendo uma pesquisa sobre estes dois verbos e gostaria de verificar o texto que você faz referência. Agradeço!

    ResponderExcluir
  7. muito obrigado fiz a mesma pesquisa sobre marcia tiburi.ajudo bastante a compreender

    ResponderExcluir